Lei desobriga salão de beleza de contratar profissional pela CLT

Avalie este item
(0 votos)
Lei desobriga salão de beleza de contratar profissional pela CLT

Lei 13.352/2016 que entra em vigor nesta quinta-feira (26) permite que cabeleireiros, barbeiros, esteticistas, manicures, depiladores e maquiadores sejam empreendedores individuais. Assim, eles podem firmar contratos de parceria com salões de beleza, sem a caracterização de relação de emprego ou assinatura da carteira de trabalho. A meta da Lei do Salão Parceiro, como ficou conhecida, é regularizar uma prática informal que já acontece com frequência no setor de beleza. A lei teve origem no PLC 133/2015, de autoria do deputado Ricardo Izar (PP-SP).

 

 

Fonte: Agência Senado. Reportagem: Marcela Diniz, da Rádio Senado.